Análise do gerenciamento dos resíduos de construção civil (RCC) em um município de pequeno porte

Galilleu Silva, Adriana Antunes Lopes, Édio Damásio da Silva Júnior, Abner Santos Baroni Sales

Resumo


O gerenciamento de resíduos sólidos da atividade de construção civil (RCC), de acordo com a resolução CONAMA nº 307/2002, pode ser compreendido como o sistema de gestão que visa reduzir, reutilizar ou reciclar resíduos, incluindo planejamento, responsabilidade, práticas, procedimentos e recursos para desenvolver e implementar as ações necessárias ao cumprimento das etapas previstas em programas e planos. A construção civil gera uma série de resíduos com as mais diversas características. Tais externalidades geram impactos negativos ao meio ambiente, provocados essencialmente pelo incorreto gerenciamento destes resíduos, limitando o gerenciamento dos RCC às etapas de transporte e disposição final (por vezes inadequada) destes resíduos. Além disso, a Política Nacional dos Resíduos Sólidos (PNRS), Lei nº 12.305/2010, legisla que os resíduos sólidos com potencial para reaproveitamento ou reciclagem devem ser reutilizados de forma a minimizar o dano ambiental. Assim, o presente estudo diagnostica e avalia o gerenciamento de resíduos de construção civil no município de Santa Helena de Goiás - GO, que possui um falho Plano de Gerenciamento de Resíduos Sólidos. O estudo verificou impactos ambientais e práticas de gestão em discordância com o estabelecido pelas normas e legislações vigentes, embora exista na prática um gerenciamento parcial dos resíduos provenientes da construção civil.

Palavras-chave


Resíduos da Construção Civil; RCC; Gerenciamento de resíduos sólidos.

Texto completo:

PDF

Referências


ABNT. NBR 15112. Resíduos da construção civil e resíduos volumosos - Áreas de transbordo e triagem - Diretrizes para projeto, implantação e operação. Associação Brasileira de Normas Técnicas. Rio de Janeiro: ABNT, 2004. 7p.

ABRELPE. Panorama dos resíduos sólidos no Brasil 2018/2019. Associação Brasileira de Empresas de Limpeza Pública e Resíduos Especiais. 2019. Disponível em: acesso em 21 de Abril de 2020.

ALMEIDA, C. A. P.; SILVA, R. M. Análise da ocorrência dos casos de dengue e sua relação com as condições socioambientais em espaços urbanos: os casos de João Pessoa, Cabedelo e Bayeux, no estado da Paraíba – Brasil. Hygeia. Revista Brasileira de Geografia Médica e da Saúde. 2018;14(27):56–79. DOI: https://doi.org/10.14393/Hygeia142705.

BANIAS, G, ACHILLAS, C, VLACHOKOSTAS, C. A web-based decision support system for the optimal management of construction and demolition waste. Waste Management 31 (12) : 2497–2502. (2011) DOI: 10.1016/j.wasman.2011.07.018.

BRASIL. Lei nº 12.305. de 02 de agosto de 2010. Política Nacional dos Resíduos Sólidos. 2010 Disponível em: < http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2007-2010/2010/lei/l12305.htm > acesso em 20 de Abril de 2020.

BRASIL. Resolução CONAMA nº 307 de 5 de Julho de 2002. Diretrizes, critérios e procedimentos para a gestão de resíduos da construção civil. Conselho Nacional do Meio Ambiente. 2002. Disponível em < http://www2.mma.gov.br/port/conama/legiabre.cfm?codlegi=307 > acesso em 21 de Abril de 2020.

BRASIL. Resolução CONAMA nº 348 de 16 de Agosto de 2004. Altera a Resolução CONAMA nº 307/2002 incluindo o amianto na classe de resíduos perigosos. Conselho Nacional do Meio Ambiente. 2004. Disponível em < http://www2.mma.gov.br/port/conama/legiabre.cfm?codlegi=449307 > acesso em 21 de Abril de 2020.

BRASIL. Resolução CONAMA nº 404 de 11 de novembro de 2008. Licenciamento ambiental para aterros sanitários de pequeno porte. 2008. Ministério do Meio Ambiente. Disponível em: < http://www.siam.mg.gov.br/sla/download.pdf?idNorma=8931 >. Acesso em: 21 de Abril de 2020.

BRASIL. Resolução CONAMA nº 431 de 24 de Maio de 2011. Altera o art. 3º da Resolução CONAMA nº 307/2002 estabelecendo nova classificação para o gesso. Conselho Nacional do Meio Ambiente. 2011. Disponível em < http://www2.mma.gov.br/port/conama/legiabre.cfm?codlegi=649 > acesso em 21 de Abril de 2020.

BRASIL. Resolução CONAMA nº 469 de 29 de Julho de 2015. Altera a Resolução CONAMA nº 307/2002 estabelecendo diretrizes, critérios e procedimentos para gestão de resíduos da construção civil. Conselho Nacional do Meio Ambiente. 2015. Disponível em < http://www2.mma.gov.br/port/conama/legiabre.cfm?codlegi=714 > acesso em 21 de Abril de 2020.

BRASILEIRO, L. L.; MATOS, J. M. E. Revisão bibliográfica: reutilização de resíduos da construção e demolição na indústria da construção civil. Cerâmica 61. Pag 178-189. 2015. DOI: http://dx.doi.org/10.1590/0366-69132015613581860.

CHEN, Q.; ZHANG, Q.; QI, C.; FOURIE, A.; XIAO, C. Recycling phosphogypsum and construction demolition waste for cemented paste backfill and its environmental impact. Journal of Cleaner Production. 2018. Vol. 186. Pag 418-429. DOI: https://doi-org/10.1016/j.jclepro.2018.03.131.

CHRISTÓFORI, J. B.; OLIVEIRA, P. L. Sustentabilidade na destinação de resíduos da construção civil. Revista UniVap. 22(40). 2016. DOI: https://doi.org/10.18066/revistaunivap.v22i40.1324.

FREIRE, V. A.; SILVA, A. M.; SILVA, D. S.; FREIRE, E. A.; LIMA, L. M. R. Diagnóstico dos danos ambientais, riscos e perigos presentes no lixão de Massaranduba – PB. Reserach, Society and Development. 2020. 9(3). DOI: https://doi.org/10.33448/rsd-v9i3.2442.

GOIÁS. Plano Estadual de Resíduos Sólidos. SECIMA - Secretaria de Meio Ambiente, Recursos Hídricos, Infraestrutura, Cidades e Assuntos Metropolitanos. 2017. Disponível em < http://www.meioambiente.go.gov.br/arquivos/pers_versao_final_forum_de_residuos_solidos.pdf > acesso em 21 de Abril de 2020.

IBGE Cidades. Dados Gerais dos municípios brasileiros do ano de 2019. 2019. Disponível em . Acesso: em 19 de Abril de 2020.

KOVALENTI, S. S.; TEZESWI, T. P.; SHIVA KUMAR, M. V. N. An assessment of construction waste management in India: a statical approach. Waste Management & Research. Vol. 38. Pag 444-459. 2019. DOI: 10.1177/0734242X19867754.

LEITE, I. C. A.; DAMASCENO, J. L. C.; REIS, A. M.; ALVIM, M. Gestão de resíduos na construção civil: Um estudo em Belo Horizonte e Região Metropolitana. Revista Eletrônica de Engenharia Civil. Vol. 14. No. 1. Pag 159-175. 2018. DOI: https://doi.org/10.5216/reec.v14i1.44439.

MAHMOOD, K.; BATOOL, S. A.; CHAUDHERY, M. N.. Studying bio-thermal effects at and around MSW dumps using satellite remote sensing and GIS. Waste Management. 2016. 55, 118- 128. DOI: 10.1016/j.wasman.2016.04.020.

MARZOUK, M.; AZAB, S. Environmental and economic impact assessment of construction and demolition waste disposal using system dynamics. Resources, Conservation and Recycling. Vol 82. Pag 41-49. 2014. DOI: 10.1016/j.resconrec.2013.10.015

MEDEIROS, C. R.; SILVA, J. A. F.; MOREIRA, M. A. C.; SOUZA, F. P. Waste construction: current scenario, planning and proposals for the city of Macae, RJ--Brazil/Residuos da construcao civil: cenario atual, planejamento e propostas para o municipio de Macae, RJ—Brasil. Revista Internacional de Ciências, vol. 8, no. 2, 2018, p. 184+. Disponível em: < https://go.gale.com/ps/anonymous?id=GALE%7CA581988871&sid=googleScholar&v=2.1&it=r&linkaccess=abs&issn=23167041&p=AONE&sw=w > acesso em 21 de Abril de 2020.

MOL, M. P. G.; QUEIROZ, J. T. M.; GOMES, J.; HELLER, L. Gestão adequada de resíduos sólidos como fator de proteção na ocorrência da dengue. Revista Panamericana Salud Publica; Vol 44. Abril, 2020. DOI: https://dx.doi.org/10.26633%2FRPSP.2020.22.

PAZ, D. H. F.; LAFAYETTE, K. P. V.; SOBRAL, M. C. GIS-based planning system for managing the flow of construction and demolition waste in Brazil. Waste Management & Research. Vol 36. Pag 541-549. 2018. DOI: 10.1177%2F0734242X18772096.

SILVA, V. A.; FERNANDES, A. L. T. Cenário do gerenciamento dos resíduos da construção e demolição (RCD) em Uberaba-MG. Sociedade & Natureza. Vol. 24. No.2. Uberlândia, 2012. DOI: https://doi.org/10.1590/S1982-45132012000200012.

VAVERKOVÁ, M. D.; MAXIANOVÁ, A.; WINKLER, J.; ADAMCOVÁ, D.; PODLASEK, A. Environmental consequences and the role of illegal wast deumps and their impact on land degradation. Land Use Policy vol. 89. 2019. DOI:10.1016/j.landusepol.2019.104234.

WU, H.; WANG, J.; DUAN, H.; OYUANG, L.; HUANG, W.; ZUO, J. An innovative approach to managing demolition waste via GIS (geographic information system): A case study in Shenzhen city, China. Journal of Cleaner Production Vol. 112: 494–503, (2016). Crossref. DOI: 10.1016/j.jclepro.2015.08.096.




DOI: http://dx.doi.org/10.17271/2318847285920202401

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




 

ISSN Eletrônico: 2318-8472    Digital Object Identifier (DOI): 10.17271/23188472

Indexações:

                  


ÍNDICE H (GOOGLE SCHOLAR):

Índice h5 = 5

Índice h5 = Mediana 6


Metrics:

 

 Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-ShareAlike 4.0 International License.