PARQUES E PROTEÇÃO AMBIENTAL NO VETOR OESTE DA REGIÃO METROPOLITANA DE SÃO PAULO

Leonardo Loyolla Coelho, Francine Gramacho Sakata

Resumo


No vetor oeste da região metropolitana de São Paulo, dentre suas superfícies protegidas, há parques urbanos e Unidades de Proteção Integral ou Uso Sustentável, que contam com administrações específicas, o que não significa que não existam dificuldades para sua manutenção. Estas áreas representam uma porcentagem pequena do total de zonas de proteção ambiental, protegidas unicamente pela legislação, mas sem delimitação, gestão ou uso. Observou-se que, enquanto parques e unidades de proteção têm maior garantia de sua integridade, as zonas de proteção da legislação estão, na prática, desprotegidas. Para o público, são terras sem nome, de um proprietário oculto, aguardando destinação. O reconhecimento como logradouros para fruição pública junto com a criação de uma estrutura jurídica e de gestão seriam chaves para a proteção de recursos naturais em áreas muito urbanizadas.

 

PALAVRAS-CHAVE: Superfícies protegidas, Parque Urbano, Paisagismo, Sistemas de Espaços Livres

 

PARKS AND ENVIRONMENTAL PROTECTION IN THE METROPOLITAN REGION OF WEST VECTOR SAO PAULO


ABSTRACT

 

In the west sector  of São Paulo metropolitan area, among the protected areas, there are urban parks and Integral Protection Units and Sustainable Use. They have specific administration, which does not mean that there are no difficulties for its maintenance. These areas represent a small percentage of total environmental protection zones, guaranteed only by the legislation but without delimitation, management or use. It was observed that, while parks and protection units have greater assurance of their integrity, the legislation protection zones are in practice unprotected. For the public, they are nameless land, with a hidden owner, awaiting any kind of use. The recognition as public parks for public enjoyment along with the creation of a legal framework and management would be keys for the protection of natural resources in very urbanized areas.

KEYWORDS: Protected Areas, Urban Park, Landscape, Space Systems Free

 

PARQUES Y PROTECCIÓN DEL MEDIO AMBIENTE EN LA REGIÓN METROPOLITANA DE OESTE VECTOR SAO PAULO

 

RESUMEN

 

En la área occidental de la región metropolitana de São Paulo, entre sus áreas protegidas, hay parques urbanos y Unidades de Protección Integral y Aprovechamiento Sustentable, que tienen administraciones específicas, lo que no significa que no hay dificultades de mantenimiento. Estas áreas representan un pequeño porcentaje de total de zonas de protección del medio ambiente, protegidos por la legislación pero sin delimitación, la gestión o el uso. Se observó que, mientras que los parques y unidades de protección tienen una mayor garantía de su integridad, las zonas de protección de la legislación, en la práctica estan desprotegidas. Para el público, son tierra sin nombre, de un propietario oculto, en espera de destinación. El reconocimiento como parques públicos para el disfrute del público, junto con la creación de un marco jurídico y la gestión, sería clave para la protección de los recursos naturales en zonas muy urbanizadas.

PALABRAS CLAVE: Áreas Protegidas, Parque Urbano, Paisaje, Sistema de Espacios Libres

 


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.17271/23178604352015956

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




ISSN Eletrônico: 2317-8604      Digital Object Identifier (DOI): 10.17271/23178604

Indexações:

          


ÍNDICE H (GOOGLE SCHOLAR):

Índice h5 = 3 

Mediana h5 = 5 


Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-ShareAlike 4.0 International License.